ago
26

Fraudes em seguros

No momento em que se discute a ética nas relações, devido ao momento político que vivemos, vale o alerta que o famoso “jeitinho brasileiro” pode muitas vezes ser crime. Ele tem sido usado por anos contra seguradoras – pessoas e empresas tentam encontrar maneiras de acionar os seguros a fim de obter ressarcimentos, indenizações ou omissão do pagamento de franquias em benefício próprio. Quando isso fere situações previstas no contrato com a seguradora ou há comprovação de alteração do fato gerador do sinistro, configura-se uma fraude. Segundo uma pesquisa realizada pela CNSeg, em 2012, as fraudes comprovadas custaram às seguradoras brasileiras o déficit equivalente a R$ 341 milhões.

Já se identificou que a frequência do ato se repete nas seguintes situações: simulação de roubo de veículos, inversão de culpa nos acidentes de trânsito (quando o culpado pelo acidente não possui seguro), agravo do sinistro para fugir do pagamento de franquias, taxações indevidas nos orçamentos de oficinas e omissão ou alteração de informações no ato de contratação de seguros.

fraude

Identificar fraudes é um processo que as seguradoras de todo o mundo têm se especializado para conseguir capturar as mentiras contadas pelos fraudulentos. Além de desonesto, este é um processo que acaba saindo bem mais caro para o indivíduo que tenta fraudar seguros quando descoberto.

Conheça os hábitos mais comuns para fraudar seguros:

  • CEP de circulação e de pernoite: o indivíduo altera o CEP referente a região onde atua e circula, uma vez que existe variações entre valores de sinistros conforme áreas. Por exemplo, alguém registra o CEP do local de trabalho como residencial, porque a região é mais barata e o custo do seguro é menor.
  • Alteração de provocador de acidentes: altera-se a responsabilidade do provocador do acidente, uma vez que quem bateu não possui seguro. Esta situação acontece na grande maioria das vezes quando as partes prejudicadas firmam o acordo entre si, onde o responsável pela batida paga a franquia daquele que possui seguro, já que o custo da franquia se torna menor que o do conserto.
  • Acordos com oficinas: pede-se que batidas antigas sejam concertadas junto com as mais atuais, ou que, o dono da oficina justifique um valor maior para o concerto, para que ambas as partes possam receber determinada quantia disponibilizado pela seguradora.
  • Condutores de carro: troca dos condutores de veículos na hora do acionamento do seguro, caso o real condutor esteja impedido de dirigir por determinados motivos (menor deidade, não habilitado, após o uso de bebidas alcoólicas, com cartas suspensas). Essas situações são comuns quando menores de idade batem automóveis e seus pais ou responsáveis assumem a responsabilidade pela batida.
  • Seguro de carro clonado: carros que tiveram a placa adulteradas, e são na verdade, veículos roubados ou de desmanche.

Já nos demais seguros:

  • Seguro saúde: tentativa de passar cartões de seguros para que outras pessoas possam utilizar o recurso. Tal fraude é considerada falsidade ideológica. Também há o registro de casos que ao fazer o seguro, o indivíduo omite informações sobre seu estado de saúde atual para que o valor seja mais baixo.
  • Seguro Residencial: Troca de eletrodomésticos, provocação de danos intencionais para que seja acionado o seguro, simulação de arrombamentos e assaltos e alteração de cena do crime.

 

Portanto, diante da situação em que todos nós questionamos nossos políticos quanto a honestidade, justiça e verdade, vale a pena avaliarmos se nós também as praticamos.

 

 

Cotações de seguros e planos de saúde: http://www.bhlife.com.br/cotacao-online/

Cote agora

ago
5

Novo golpe no WhatsApp usa falso pacote de emoticons românticos

Quase toda semana aparece um novo golpe envolvendo a fama do WhatsApp para pegar incautos. Dentre os truques, um que está se tornando comum é enganar os usuários com recursos novos para que eles se inscrevam, sem saber, em serviços de mensagens pagas para remunerar cibercriminosos.

A empresa de segurança digital ESET identificou um novo tipo de golpe nessa linha no Brasil, prometendo um novo pacote de emoticons românticos. O usuário recebe um link falso e é informado que a instalação do pacote requer o compartilhamento da mensagem recebida para dez pessoas ou em três grupos diferentes do app.

Ao realizar a ação, o usuário é direcionado para uma página de publicidade legítima ou para registro de serviços pagos não solicitados.

Para garantir a eficácia do golpe e sua viralização, o sistema usado pelos cibercriminosos utiliza um agente que verifica o navegador do usuário para garantir que o acesso seja realizado a partir de um dispositivo móvel.

Os fraudadores registraram o domínio sob a proteção do serviço Domains by Proxy, que evita a publicação do nome e contatos dos criadores do domínio. Para evitar cair em golpes como esse, recomenda-se usar um app antivírus atualizado; evitar executar arquivos suspeitos; bloquear e denunciar usuários inconvenientes e spam; e claro, desconfiar de promoções enviadas pelo WhatsApp.

Entre em contato com nossos consultores e proteja sua empresa – www.brinfor.com.br

ago
3

BHInfor agora é BRInfor Soluções em TI

 Prezados amigos clientes, fornecedores e parceiros.
Desde sua fundação, em Outubro de 2002, a BHInfor assumiu a importante missão de oferecer as melhores soluções em T.I. aos seus clientes. Desde então tivemos um crescimento considerável, o qual nos trouxeram várias premiações e a possibilidade de ampliar o nosso trabalho em todo Brasil. Boa parte disso devemos a vocês!
Porém esse crescimento acabou gerando alguns conflitos com nossa marca, parecendo que nossa empresa atuava somente em Belo Horizonte, fato que nos levou a refletir sobre nosso nome sem mudar nossa identidade visual. Desde 2013 a BHInfor atua em todo território nacional ajudando nossos clientes, onde eles estiverem a alcançar seus objetivos, independente dos obstáculos que possam surgir.
Sendo assim é com prazer que anunciamos que a partir de 01/09/2016 a BHInfor passará a atuar pelo nome de BRInfor em todo território nacional. A mudança nos leva a reestruturação da empresa, um maior envolvimento com nossos clientes e o comprometimento de sempre em levar as melhores soluções em T.I. em todo território Brasileiro.
Agradecemos por acreditarem e confiarem em nós!  Continuaremos juntos em novos e maiores desafios que virão, agora como BRInfor.
jul
26

Dicas para montar um Home Office

Trabalhar em casa tem sido uma opção para muitas pessoas atualmente. Montar um home office pode ser uma ótima oportunidade para economizar e até mesmo aumentar a produtividade e qualidade de vida evitando deslocamentos e gastos desnecessários.

2

Foto: Projeto Barbara Nobre e Mayra Decicino

Para que esse espaço seja realmente eficaz, é necessário que se faça um bom planejamento e projeto, levando em conta todas as atividades que serão exercidas no local e o horário.

É de extrema importância que os móveis sejam escolhidos com cuidado. Mesas e cadeiras devem ser ergonômicas e confortáveis, pois são nelas que irá passar a maior parte do tempo. é muito válido que aproveite o máximo de espaço com gavetas, prateleiras e nichos que possam ajudar na organização do espaço. Os painéis em MDF são uma ótima opção para esconder fios e acrescentar pontos de tomada, certifique-se onde irá precisar de aparelhos eletrônicos, faça uma lista de tudo que irá precisar para saber quantas tomadas e o melhor local para cada um.

Mayra decicino

Foto: Projeto Barbara Nobre e Mayra Decicino

Uma dica super prática é ter um espacinho específico para uma mini-copa, com frigobar, cafeteira, potes de biscoites, etc, para evitar de ir até a cozinha no horário de trabalho, esse isolamento dos demais cômodas da casa é importante para aumentar a produtividade e limitar a interferência das outras pessoas da casa.

rica Guimarães

Foto de Rica Guimarães – Projeto Barbara Nobre e Mayra Decicino

O horário de trabalho é de extrema importância para definir a iluminação do ambiente. O ideal é aproveitar ao máximo a luz natural, mas caso isso não seja possível, as lâmpadas e luminárias devem ser escolhidas com cuidado para não comprometer a luminosidade ideal para exercer as atividades com conforto visual.

E é claro, não se esqueçam dos adornos, além de funcional o home office precisa ser um espaço agradável e motivador. Coloque peças que inspiram o trabalho e despertam a criatividade. Quadros de anotações são ótimas peças para usar na decoração de forma dinâmica que podem ter seu conteúdo variado de tempos em tempos.

 

Escrito por Barbara Nobre – Formada em Design de Interiores pelo Instituto de Arte e Projeto (INAP) e em Design de Produto pela FUMEC.

Barbara Nobre é parceira da Vendere Imóveis e oferece descontos exclusivos em projetos para nossos clientes.

Entre em contato e agende uma visita:

Barbara Nobre – (31) 2531-0533

 Site – Barbara Nobre

Facebook Barbara Nobre

Av Cristiano Machado, 1682 – Sl. 1104
Cidade Nova, Belo Horizonte/MG
CEP: 31170-024

jul
17

A sua empresa pode ser extorquida. Fique atento.

O que é Ransomware ?

O Ransomware é um tipo de software malicioso usado por cibercriminosos que é projetado para extorquir dinheiro de suas vítimas, seja por meio da criptografia de dados no disco ou bloqueando o acesso ao sistema.

Ransomware é comumente instalado pelo desencadeamento de uma vulnerabilidade no computador da vítima, que geralmente é explorada quando usuários, inadvertidamente, abrem um e-mail de phishing que contêm arquivos executáveis disfarçados de arquivos .PDF ou .ZIP. Esses arquivos fingem ser faturas, pedidos de compra, reclamações ou outras comunicações de negócios. Uma vez que o programa é instalado, ele irá criptografar o disco de computador ou bloquear o acesso da vítima ao sistema, deixando uma mensagem de “resgate” que exige uma taxa, a fim de decifrar os arquivos ou restaurar o sistema. Isso é exibido na próxima vez que o usuário reinicia seu sistema.

Basicamente, os atacantes estão mantendo seus arquivos ou computador como refém e estão tentando extorquir dinheiro em troca de liberar o acesso ao seu computador ou arquivo, no entanto, é importante compreender que você não vai necessariamente recuperar o acesso ao seu computador ou arquivo, mesmo pagando o “resgate”.

criptografia

 CryptoWall o que é ?

CryptoWall é um programa de criptografia de ransomware que foi lançado no final de abril 2014 que tem como alvo todas as versões do Windows, incluindo Windows XP, Windows Vista, Windows 7, Windows 8 e Windows 10.

Quando você está infectado com CryptoWall ele irá analisar o seu computador localizando arquivos de dados e “criptografá-los” usando criptografia RSA para que eles não possam ser abertos. Uma vez que a infecção tenha criptografado os arquivos em todas as unidades do seu computador, ele irá abrir uma janela do bloco de notas que contém instruções sobre como acessar a descriptografia Serviço CryptoWall onde você pode pagar um resgate para comprar um programa de descriptografia. O custo do resgate começa em US$500 USD e depois de sete dias vai até US$1.000. Este resgate deve ser pago em Bitcoins e enviado para um endereço Bitcoin que muda por usuário infectado. Infelizmente, até o momento não há nenhuma maneira para recuperar a chave privada que pode ser usada para descriptografar os arquivos sem pagar o resgate na CryptoWall Decryption Service.

O que fazer quando descobrir que meu computador está infectado ?

Se você descobrir que seu computador está infectado com CryptoWall você deve verificar imediatamente o seu computador com um anti-vírus ou um programa anti-malware. Infelizmente, a maioria das pessoas não percebem a infecção em seu computador até visualizar o aviso de resgate, porém neste momento seus arquivos já foram criptografados. Os exames, no entanto, vai, pelo menos, detectar e remover qualquer outro malware que pode ter sido instalado juntamente com CryptoWall.

Faça a escolha certa.  Agende uma visita com a  BHInfor e agende uma visita com um de nossos especialistas.

 Facebook

jun
13

Móveis Planejados – Por Barbara Nobre

               Foi-se o tempo em que móveis planejados eram sinônimos de armários brancos e sem graça. Com a tendência de imóveis cada vez menores, a demanda de projetos de móveis planejados têm crescido muito, e com ela as inovações nessa área também têm evoluído bastante.

bn

            Além de permitir formas e disposições especificas para a necessidade de cada cliente, hoje podemos trabalhar com um mobiliário mais personalizado em relação a acabamentos e texturas também. O leque de materiais tem crescido cada vez mais, permitindo ambientes com personalidade e estilo.

            Mas cuidado para não exagerar nas cores. Como os móveis planejados são um investimento alto e duradouro, é importante trabalhar com tons mais neutros e atemporais na base dos móveis e deixar as cores para os detalhes, assim eles não ficam cansativos e podem se adaptar às mudanças de decoração do imóvel sempre que preciso.

bn2

Imagens projetos Barbara Nobre.

Escrito por Barbara Nobre – Formada em Design de Interiores pelo Instituto de Arte e Projeto (INAP) e em Design de Produto pela FUMEC.

Barbara Nobre é parceira da Vendere Imóveis e oferece descontos exclusivos em projetos para nossos clientes.

Entre em contato e agende uma visita:

Barbara Nobre – (31) 2531-0533

 Site – Barbara Nobre

Facebook Barbara Nobre

Av Cristiano Machado, 1682 – Sl. 1104
Cidade Nova, Belo Horizonte/MG
CEP: 31170-024

Pensou em imóveis? Aluguel e Venda

jun
7

Quem você quer do seu lado quando tem um problema: um bom médico ou uma grande drogaria? Segurança tem como objetivo final proteger seu negócio.

Escolher seu fornecedor de tecnologia e prestador de serviços de segurança de TI não é uma tarefa trivial. No entanto, há alguns pontos que podem ser úteis para nortear a montagem de um critério de seleção que torne mais segura a escolha do fornecedor:

O primeiro ponto é saber com “o que” quer gastar, antes de “com quem”. Todo gestor gostaria de dispor de um orçamento maior para fazer o que acredita ser necessário. Saber onde colocar o próximo real de seu orçamento para conseguir o melhor resultado em termos de proteção de ameaças e diminuição de vulnerabilidades é a tarefa mais difícil que um gestor de segurança enfrenta.

Há muitas ferramentas disponíveis no mercado de segurança de TI, mas antes de definir em qual ferramenta investir, é preciso saber que controles de segurança está reforçando. Se isto não está claro para o gestor, é importante que seu fornecedor de segurança de TI tenha a capacidade de auxiliá-lo neste diagnóstico. Fazer investimento em segurança de TI sem um entendimento acurado da inter-relação entre as ferramentas de proteção, os controles que implementa e as informações que se pretende proteger, é um convite ao desperdício de recursos.

 O segundo ponto é saber se seu fornecedor de segurança de TI faz seu diagnóstico considerando todas as tecnologias disponíveis, ou somente as que ele representa. Como se costuma dizer, para quem vende martelo, todo problema é prego. É importante que a empresa responsável pelo diagnóstico ou seja independente e não represente nenhum fornecedor de tecnologia, ou tenha um portfólio vasto que a permita fornecer uma ou outra solução, priorizando o atendimento da necessidade do cliente e não de seu parceiro de negócio.

TI segurança

 

Um terceiro ponto é a capacidade de implementação. Em segurança, a tecnologia é o que de mais pragmático se pode dispor, mas se for mal implementada além de não prover o que o negócio precisa, traz ainda uma falsa sensação de segurança que torna a empresa menos ciente dos riscos e, portanto, mais vulnerável. Pense na segurança que você sentiria estando em um carro blindado e na maior tranquilidade que teria se tivesse que enfrentar um assalto. Agora imagine que esta blindagem está cheia de falhas e responda honestamente se estaria tão confiante e correndo os mesmos riscos. Ferramenta mal implementada e ausência de ferramenta não é algo tão distante como se poderia supor.

Por último, prefira o fornecedor que entenda mais do segmento de negócio em que sua empresa está inserida. O conhecimento do que lhe causa mais dor ajuda no bom diagnóstico e na receita correta. A segurança de TI tem como objetivo final proteger o negócio da empresa.

Quem você quer do seu lado quando tem um problema: um bom médico ou uma grande drogaria?!

Fonte: Computerworld

Agende sua visita conosco: BHInfor

Curta nossa Facebook

jun
6

Faça o seguro do Uber na BHLife

A polêmica por trás de taxistas e motoristas da Uber está longe de acabar mas polêmicas à parte, o fato é que contratar um seguro auto para Uber é obrigatório.

Todo pessoa interessada deve contratar um seguro auto para Uber com cobertura para acidentes pessoais  (APP) no valor mínimo de R$ 50 mil por cada passageiro, para morte e invalidez e qualquer outra cobertura é opcional. Além disso, também é obrigatório apresentar o bilhete quitado do ano corrente do DPVAT.

O seguro auto para Uber é mais caro justamente porque o carro está sendo usado para fins comerciais e por isso é muito importante comunicar à sua seguradora que você também usará o seu carro para essa finalidade, para que ela possa fazer o endosso da sua apólice mas principalmente para que você não fique sem indenização quando for preciso, justamente porque omitiu esse fato.

Vale lembrar que não adianta contratar um seguro para taxi já que a Uber se define como um serviço de tecnologia, e que o motorista é quem deve se responsabilizar pela contratação do seguro auto para Uber, uma vez que eles são parceiros da empresa e não funcionários.

Apesar do quanto isso onera para o motorista, os usuários do aplicativo se mostram mais tranquilos e interessados em usar o serviço quando sabem que o motorista é obrigado a contratar um seguro diferenciado, o que pode ajudar a encarar a exigência como um investimento.

Se você deseja simular um seguro para o Uber entre em nosso site e faça uma cotação grátis, temos as principais seguradoras do país.

maio
19

O setor de T.I e o que funciona no Brasil.

O setor de tecnologia de informação não é poluente, gera empregos com remuneração acima da média e se caracteriza pela sua capacidade de influenciar todos os demais setores da economia e sociedade. Essas são algumas das razões que explicam a aposta que inúmeros governos realizam neste mercado. Embora a atuação de cada um seja diferente, existem padrões que são seguidos por diversos países.

Duas grandes estratégias predominam: a realização de políticas públicas de apoio direto ao desenvolvimento de TI ou a opção de fomentar o uso de tecnologia e realizar um investimento indireto. Além disso, há casos de países que não têm uma preferência clara por uma das duas vertentes e realizam atividades em todas as direções – como é o que acontece no Brasil, por exemplo.

O investimento direto inclui isenção de impostos, devolução de despesas com salários, treinamentos, certificações, entre outras ações. O exemplo mais famoso de país que investiu diretamente na área é a Índia. O processo começou na década de 70, quando a nação não tinha empresas de TI e nem possuía um mercado consumidor. Assim, seu crescimento atingiu as exportações em busca desse público. Essa vertente possibilita um movimento para mercados estrangeiros, mesmo no caso de um mercado interno forte – como ocorre na Argentina atualmente, por exemplo.

Entretanto, essa política pública possui um risco, principalmente quando o mercado interno é pequeno. Se as exportações são interrompidas por diversos fatores, o consumo dentro do país também sofre as consequências. A Irlanda passou por esse problema quando foi obrigada pela União Europeia a dar tratamento igual ao restante do continente para as empresas norte-americanas. Essa decisão política criou uma crise econômica no setor de tecnologia da informação do país, que ainda tenta se recuperar.

Brasil e TI

Brasil e TI

A outra vertente aposta no incentivo ao uso da tecnologia como ferramenta de desenvolvimento econômico e gestão pública. É o modelo adotado pela Alemanha. Como uma das principais economias do mundo, o país possui produtividade e competitividade elevadas – comprovada pelo volume total de suas exportações em relação ao PIB, mesmo remunerando seus trabalhadores em níveis acima da média europeia.

Como resultado, o país europeu possui uma vasta rede de pequenas e médias empresas de tecnologia. Ao mesmo tempo, poucas empresas alemãs de TI cresceram ao ponto de serem players importantes em escala global.

Seja qual for à estratégia escolhida, é fundamental monitorar o efeito sobre o setor. Somente assim é possível mensurar os impactos das escolhas sobre as empresas deste mercado e efetuar correções quando as escolhas não forem tão bem sucedidas.

Fonte: Blog computerworld
Imagem: site confirme on line
Conheça nossos serviços, agende agora mesmo uma visita: http://www.bhinfor.com.br
maio
6

Associações e Cooperativas: Isso é Seguro?

Algumas associações e cooperativas estão comercializando ilegalmente seguros de automóveis com o nome, por exemplo, de “proteção”, “proteção veicular”, “proteção patrimonial”, dentre outros.

Como essas associações e cooperativas não estão autorizadas pela Susep (Superintendência de Seguros Privados) a comercializar seguros, não há qualquer tipo de acompanhamento técnico de suas operações.

A SUSEP é o órgão responsável pelo controle e fiscalização dos mercados de seguro, previdência privada aberta, capitalização e resseguro. Autarquia vinculada ao Ministério da Fazenda, foi criada pelo Decreto-lei nº 73, de 21 de novembro de 1966.

A única forma legal dessas associações e cooperativas atuarem é como estipulantes de contratos de seguros, ou seja, contratando apólices coletivas de seguros junto a sociedades seguradoras devidamente autorizadas pela Susep, passando a representar seus associados e cooperados como legítimos segurados.

Portanto, antes de contratar um falso seguro, consulte o nome da sociedade seguradora no site eletrônico da Susep e leia as condições gerais do contrato de seguro.

Da mesma forma, transações desta natureza não encontram amparo no Código de Defesa do Consumidor (CDC). A ilegalidade é amplamente reconhecida pela Justiça e pelo Ministério Público, mediante sentenças e procedimentos investigatórios em curso. São inúmeros consumidores lesados, entregues ao abandono, sem nada a receber.

Portanto, a compra desses produtos viola frontalmente a legislação em vigor. Antes de contratar o seguro ilegal e pirata, o consumidor deve procurar um corretor de seguros profissional e verificar seu registro junto ao site da SUSEP: http://www.susep.gov.br/

A BHLife Corretora de Seguros está devidamente registrada e seu registro pode ser verificado junto a SUSEP. Visite nosso site: http://www.bhlife.com.br